artch

Já imaginou o Bruce Dickinson cantando no Metal Church?

O Artch é uma banda de Power Metal surgida na década de 80. Foram necessários apenas dois álbuns para que o grupo forjasse o seu nome no imaginário do público.

A sonoridade da banda é o tradicional Power Metal europeu oitentista, mas vou além: imagine o Bruce Dickinson cantando no Metal Church!

É mais ou menos assim a sonoridade do Artch. Lançaram apenas dois álbuns. O primeiro foi “Another Return”, saiu em 1988 e se tornou um clássico do grupo.

O nome original da banda era ARCH, mas um amigo deles quando desenhou o logo, adicionou um T no meio. A banda achou legal e passou a usá-lo.

A formação inicial

Fundada na Noruega em 1983 pelo baixista Bernt Jansen e pelo guitarrista Cato André Olsen, quando tinham por volta de 16 e 17 anos.  A formação se firmou com a entrada de  mais dois integrantes. Esses membros vieram de outra banda local a “Oxygen”, são eles Geir e Jørn.

Depois de muito trabalho conseguiram um vocalista, e o escolhido foi Espen Hoff. Mas infelizmente Espen não chegou a gravar com a banda, pois morreu em 1985 em um trágico acidente de moto.

Oito meses depois da morte de Espen Hoff , conseguiram um substituto. Eirikur Hauksson, que  mudou-se da Islândia para a Noruega e passou a trabalhar arduamente no primeiro álbum do grupo.

O primeiro disco

No início do ano de 1987 a banda entra em estúdio para gravar “Another Return”. Em 1988 finalmente Another Return é lançado e chama a atenção do público europeu, mas o álbum só saiu em alguns países, impossibilitando o crescimento do Artch.

Com 10 músicas, todas de alto nível, o destaque fica para a faixa “Another Return to Church Hill“, que com suas iniciais formam o nome da banda.

As faixas “Power To The Man” e “Loaded” também representam ótimos momentos do disco. O ponto alto do trabalho fica por conta da excelente voz de Eirikur Hauksson com um timbre semelhante ao de Bruce Dickinson chamou muita atenção para o nome do grupo.

Segundo disco e um longo hiato

Sem dinheiro e apoio algum, as turnês do Artch não foram muito além da Noruega e da Islândia. Em 1990 o Artch começou a trabalhar em um novo material, mais pesado e com uma sonoridade remetendo a bandas como Metallica, Anthrax e Metal Church.

Mas faltava dinheiro na grupo, e demoraram um pouco para gravar o álbum. Tudo foi gravado e mixado em um mês “For the Sake of Mankind” não foi lançado em um bom momento, pois explodia a febre do grunge e as vendas do álbum não foram nada boas. O disco chegou a ser lançado nos EUA, Europa e Japão.

O Artch ficou em um hiato de oito anos sem fazer shows nem gravar nada. Em 1999 a gravadora Metal Blade entrou em contato com a banda para em 2001 lançar os dois álbuns remasterizados.

Esses relançamentos estimularam o grupo a gravar duas novas músicas que serviram de bônus-track para o Another Return.

Em agosto de 2001 o Artch fez um show no festival Wacken. A banda continuou fazendo algumas apresentações em festivais na Europa e EUA, mas nada de material novo.

A banda ainda se apresentou em alguns festivais como o Sweden Rock Live em 2017.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

discografia

Another Return

1988 Active

  1. Conversio Prelude
  2. Another Return To Church Hill
  3. Power To The Man
  4. Loaded
  5. Where I Go
  6. Metal Life
  7. The Promised Land
  8. Shoot To Kill
  9. Living In The Past
  10. Reincarnation

Formação: 

  • Eirikur Hauksson
  • Cato Andre Olsen
  • Geir Nilssen
  • Bernt Jansen
  • Jørn Jamissen

For The Sake Of Mankind

1991 Metal Blade

  1. When Angels Cry
  2. Appologia
  3. Burn Down The Bridges
  4. Paradox
  5. To Whom It May Concern
  6. Titanic
  7. Confrontation
  8. Turn The Tables
  9. To Be Or Not To Be
  10. Batteries Not Included
  11. Razamanaz

Formação:

  • Eirikur Hauksson
  • Cato Andre Olsen
  • Geir Nilssen
  • Bernt Jansen
  • Jørn Jamissen

Formação Atual

Eirikur Hauksson – vocal
Cato Andre Olsen – guitarra
Geir Nilssen – guitara
Bernt Jansen – baixo (ex-Jorn)
Gudmund Bolsgård – bateria

Membros Anteriores

Jørn Jamissen – bateria

origem

Noruega

Gênero

Power Metal

Sobre
o autor...

Filipe Souza

Filipe Souza

[Editor / Jornalista]
E-mail: contato@filipesouza.com.br
Fundou o Metal Zone em 2000. Aficionado por música, livros, games, filmes e HQs. Ama Bukowiski, Stephen King, Tolkien e Neil Gaiman. Adora o Batman e o Homem Aranha, mas não deixa de curtir Hqs alternativos.

biografias

Manowar

Manowar

16/03/2021 Biografias

manowar O Manowar é uma banda que dispensa apresentações, qualquer fã de metal pelo menos já ouviu falar desse quarteto americano que fez seu nome no início da década de oitenta. Eles apelam para um visual de vinkings/bárbaros e com letras sobre batalhas e sempre exaltando um lado machista.Angariando milhares

Leia mais

play it loud!

Skid Row – Slave to the Grind

Filipe Souza 02/02/2018

Esqueça a figura do Sebastian Bach por apenas um segundo. Esqueceu? Agora ouça esse disco

Leia Mais
Play It Loud! Podcast

Helloween – Live in the U.K

Filipe Souza 15/04/2013

O que se pode dizer de um disco ao vivo que resgata o melhor de

Leia Mais
Play It Loud!

Ozzy Osbourne – Speak of the Devil (1982)

Filipe Souza 17/12/2012

Ozzy Osbourne Speak of the Devil (1982) Esse disco representa muito para mim. Desde adolescente

Leia Mais
Play It Loud!

Escute o metal zone

newsletter

Use a nossa busca