Affront: banda divulga capa do novo single “Ritual of Ignorance”

Affront: banda divulga capa do novo single "Ritual of Ignorance"

O AFFRONT, a banda carioca de thrash metal, anunciou a capa do seu novo single: “Ritual of Ignorance”.

A música inédita estará disponível para streaming nas plataformas digitais.

Agora um quarteto, com a entrada do experiente guitarrista Rubens Lessa (que já participou das gravações do single).

Este será o primeiro lançamento depois do segundo álbum do grupo, “World in Collapse” (2019).

A capa foi produzida pelo baixista e vocalista M.Mictian: “A capa reflete um pouco de toda obscuridade que estamos vivendo neste momento sombrio e perigoso. A ignorância, a burrice, a alienação, a hipocrisia e o mau-caratismo são armas perigosas em mãos de uma boa parcela dessa sociedade doente”, comentou Mictian.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Escute o metal zone

biografias

Manowar

Manowar

16/03/2021 Biografias

manowar O Manowar é uma banda que dispensa apresentações, qualquer fã de metal pelo menos já ouviu falar desse quarteto americano que fez seu nome no início da década de oitenta. Eles apelam para um visual de vinkings/bárbaros e com letras sobre batalhas e sempre exaltando um lado machista.Angariando milhares

Leia mais

play it loud!

Skid Row – Slave to the Grind

Filipe Souza 02/02/2018

Esqueça a figura do Sebastian Bach por apenas um segundo. Esqueceu? Agora ouça esse disco

Leia Mais
Play It Loud! Podcast

Helloween – Live in the U.K

Filipe Souza 15/04/2013

O que se pode dizer de um disco ao vivo que resgata o melhor de

Leia Mais
Play It Loud!

Ozzy Osbourne – Speak of the Devil (1982)

Filipe Souza 17/12/2012

Ozzy Osbourne Speak of the Devil (1982) Esse disco representa muito para mim. Desde adolescente

Leia Mais
Play It Loud!

GENOCIDIO: Pedro Alzaga assume as baquetas da banda!

GENOCIDIO: Pedro Alzaga assume as baquetas da banda

No início de 2021 tivemos a notícia que Niko Teixeira não iria continuar conosco, então, estamos aqui para desejá-lo toda a sorte do mundo e aproveitarmos o momento para anunciar que após um período de procura Pedro Alzaga é o novo baterista do GENOCIDIO.

 

Pedro é um baterista experiente e talentoso, imprime muito peso nas músicas e devido à sua versatilidade executa outros estilos musicais que vão desde o jazz, groove, fusion, entre outros até o metal.  Of The Archaengel, Magister, Frank Blackfire, Death Valley Stones estão entre as bandas que atuou em sua relevante trajetória como músico e também como professor de bateria há mais de 15 anos.

 

Sobre estar à frente da bateria do GENOCIDIO, Pedro destaca:

 

“É sempre desafiador e motivador estar em uma banda como o GENOCIDIO, cuja história e legado são importantes dentro e fora do Brasil. Uma relevância com mais de trinta anos de estrada!!! Fui muito bem recebido por todos, estou muito feliz e grato em poder fazer história com eles gravando o décimo álbum de estúdio.”

 

Foto: Diogo Bueno

 

Arte: Wanderley Perna

 

 

GENOPRESS  

www.facebook.com/genocidiobr

www.youtube.com/genocidioofficial

www.instagram.com/genocidioband/

Salvanor – Dungeon of the Dreams

Independente – Nacional
Gênero:
Power Metal

1. Words in Flames
2. What We Do
3. Tears in Vain
4. I Think I’ll Cry Forever

Salvanor

Dungeon of the Dreams

2004

4.5/5

Há quatro anos os irmãos Cobar investiam em apenas mais uma banda cover. Ficaram conhecidos por “coverizar” o Iron Maiden em Araçatuba, mas dois anos depois resolveram investir em material próprio, nesse meio tempo muita gente entrou e saiu do grupo.

Em 2003 a banda se estabelece e já batizaram com o nome de Salvanor, que foi retirado do livro “Do auto da barca do inferno” de Gil Vicente. A palavra vem do dialeto galego-português e significa: “Com todo devido respeito”.

No mesmo ano dão início às gravações de um EP, mas o trabalho foi perdido e as gravações foram reiniciadas. Em 2004 conseguem lançar seu primeiro trabalho de estúdio, o excelente Dungeon of the Dreams.

Com um trabalho gráfico impecável e qualidade sonora muito além do esperado. É assim que posso começar a falar desse grupo vindo do interior do estado de São Paulo. São quatro faixas que compõem o EP de estréia. A banda aposta em um power metal meio oitentista com toques melódicos, mas não chega a ser chato como muitas bandas que existem por aí.

Depois de uma intro narrada muito caprichada, na verdade uma das melhores que já pude ouvir, entra “Words in Flames” com guitarras furiosas. O vocal de Alex Cobar é mediano e com certeza irá melhorar com o tempo. A segunda faixa “What we do?” segue no mesmo nível de qualidade da primeira, sem muitas novidades.

O ponto alto mesmo desse trabalho é a magnífica balada “I´ll think cry forever” um show de talento de toda a banda em especial da voz de Alex Cobar que ficou melhor que nas faixas mais Power do restante do EP.

Essa é uma banda que vai dar muito que falar e merece a devida atenção por parte de todos nós.
Vale a pena correr atrás do material deles.

Sobre
o autor...

Filipe Souza

Filipe Souza

[Editor / Jornalista]
E-mail: contato@filipesouza.com.br
Fundou o Metal Zone em 2000. Aficionado por música, livros, games, filmes e HQs. Ama Bukowiski, Stephen King, Tolkien e Neil Gaiman. Adoro o Batman e o Homem Aranha, mas não deixa de curtir Hqs alternativos.

metal notas

Twilight Aura retoma atividades com Andre Bastos (ex-Angra), Daísa Munhoz e vídeo de “Watching the Sky”

Twilight Aura retoma atividades com Andre Bastos (ex-Angra), Daísa Munhoz e vídeo de “Watching the Sky”

Twilight Aura retoma atividades com Andre Bastos (ex-Angra), Daísa Munhoz e vídeo de “Watching the Sky” Após 28 anos desde sua formação, a banda paulistana Twilight Aura (conhecida antigamente como ‘Twilight’) está retomando atividades em

Filipe Souza
On 05/04/2021
Leia Mais
May Undead: vocalista participa do Sabbatonero, tributo ao Black Sabbath organizado por Tony Dolan (Venom Inc)

May Undead: vocalista participa do Sabbatonero, tributo ao Black Sabbath organizado por Tony Dolan (Venom Inc)

May Undead: vocalista participa do Sabbatonero, tributo ao Black Sabbath organizado por Tony Dolan (Venom Inc) A vocalista do Torture Squad, May “Undead” Puertas, é um dos nomes convidados para participar do Sabbatonero, tributo internacional

Filipe Souza
On 31/03/2021
Leia Mais
Holocausto War Metal: informações sobre a coletânea “Reborn to Eternity”

Holocausto War Metal: informações sobre a coletânea “Reborn to Eternity”

Holocausto War Metal: Confira informações sobre a coletânea “Reborn to Eternity” Nesta sexta-feira, 02/04, será lançado um teaser da coletânea “Reborn to Eternity”, que reunirá quatro bandas de Metal Extremo de Belo Horizonte/MG: BHell, Holocausto

Filipe Souza
On 31/03/2021
Leia Mais
Jimmy & Rats lançam o álbum “Só há um caminho a seguir”, com influência do irish punk

Jimmy & Rats lançam o álbum “Só há um caminho a seguir”, com influência do irish punk

Jimmy & Rats lançam o álbum "Só há um caminho a seguir", com influência do irish punk Não demorou muito para que, após o anúncio do fim do Matanza, em 2018, Jimmy London encontrasse um

Filipe Souza
On 27/03/2021
Leia Mais
Filipe Souza 16/03/2021

manowar O Manowar é uma banda que dispensa apresentações, qualquer fã de metal pelo menos já ouviu falar desse quarteto americano que fez seu nome

Biografias
Filipe Souza 29/12/2017

iron angel O Iron Angel foi uma daquelas bandas de thrash-speed metal alemãs que estouraram na década de 80. Gravando apenas dois álbuns e desaparecendo

Biografias
Filipe Souza 28/12/2017

Carnivore Imagine que você é um de poucos sobreviventes sem sorte de uma guerra termonuclear de proporções mundiais. O ambiente tranquilo que você conhecia não

Biografias
Filipe Souza 03/12/2017

kreator Originários de Essen, na Alemanha, o Kreator surgiu por volta de 1984, ainda com o nome de Tormentor. O trio era formado por Milan

Biografias
Filipe Souza 03/12/2017

At War Para os amantes do thrash metal oitentista que não conhecem esse grupo americano não tem ideia do que estão perdendo. O At War

Biografias
Filipe Souza 03/12/2017

Angel Witch Essa banda é mais um medalhão inglês do final da década de 70 na NWOBHM, mas infelizmente não teve tanta notoriedade quanto seus

Biografias

Vandroya – One

Quando você acredita que o Power Metal com o viés melódico/progressivo já deu o que tinha que dar e saturou o mercado e seus ouvidos… Não é que surge uma banda para surpreender?

A Vandroya é um grupo do interior de São Paulo e se formou em 2001. Os jovens músicos que até então tocavam covers de suas bandas favoritas decidiram em 2005 registrar toda sua evolução musical em um EP. E assim nasceu Within Shadows, um material com duas faixas e que levou o nome da banda para todos os cantos do país.

Em 2013 e com muito mais bagagem musical, a banda retorna o com esplêndido One! Vou gastar um dicionário inteiro de adjetivos elogiosos, mas não conseguirei exprimir o quanto esse disco é bom. É aquele disco que se ouve e quando menos percebe já acabou. Tamanho o deleite que a música deles proporcionou.
Com uma produção de altíssimo nível capitaneada por Marco Lambert . A mixagem e masterização ficou por conta de HerosTrench (Korzus).

O CD abre com “All Becomes One”, uma linda intro, que remete o ouvinte para um passeio por Valfenda. Na sequência todo o peso de “The Last Free Land”, e o excelente trabalho de bateria do Otávio Nuñez.

Os músicos são de alto nível técnico e ainda sabem fazer música, porque tocar de forma complexa para quem estuda é mole, mas fazer música é outra história. E os caras conseguem aliar técnica com musicalidade.

Demorei para citar quem canta, pois a vocalista Daísa Munhoz é sem dúvida uma das melhores vozes do Metal nacional. Ela e a Dani Nolden da Shadowside estão lado a lado no quesito vocal feminino. Não consigo imaginar as músicas desse CD em uma outra voz.

Esse é um trabalho muito difícil para escolher as melhores músicas. Todas são ótimas. A quarta faixa “Within Shadows” é pesada e tem alguns momentos que lembram música regional brasileira, uma das minhas favoritas. A meia balada “Why Should We Say Goodbye” é de marejar os olhos. A letra é muito boa e o refrão emocionante.

Já “Change the Tide”, sétima faixa do play é uma das mais pesadas do CD , Daísa Munhoz divide a voz com Leandro Caçoilo (ex-Eterna, atual Soulspell e Seventh Seal). A medida que o CD avança para o final as músicas ficam ainda mais pesadas como “When Heaven Decides to Call”, “This World of Yours”e “Solar Night”, canção que fecha o disco.

Seria leviano da minha parte tentar comparar a Vandroya com qualquer outro grupo. Eles conseguiram sua identidade no meio de um estilo que saturou no final da década de 90. Já os fãs de Metal que buscam sons novos fica aqui a minha dica: Não percam esse CD! Já está entre os dez melhores lançamentos de 2013.